quarta-feira, 30 de outubro de 2019

EXPOSIÇÃO FOTOGRAFICA - REPARTIR A TERRA É DIVIDIR O PÃO - 1a. Edição









Aconteceu na  Cidade de Goiás, de 16 a 4 de setembro de 2019, no Palácio Conde dos Arcos, a Exposição Fotográfica REPARTIR A TERRA É DIVIDIR O PÃO. 
A Mostra que fez parte das homenagens ao Bispo Dom Tomás Balduíno, por ocasião do 5o. Ano de sua Pascoa é  a primeira edição de um trabalho memorial que pretendemos apresentar todos os anos durante a já conhecida Semana Dom Tomas que acontecerá todos os anos no mês de maio.
Estiverem presentes na abertura do evento o Bispo Dom Eugênio Rixem, bispo da Diocese de Goias, Selma Bastos, Prefeita de Goiás, Aderson Gouveia Presidente da Câmara Municipal de Goias, Agnel Fonseca, Coordenador da CPT Goiás, Izabel Cristina Balduíno (representando a família Balduíno), a cineasta Dagumar Talga, produtora do Filme O Voo da Primavera, alunos e professores da UEG-Goias e GWATÁ, Ivone Moreyra, professora de História  e Frei Jose Fernandes Alves, OP, Provincial da Ordem Dominicana no Brasil e Coordenador da Comissão Dominicana de Justiça e Paz do Brasil.

A mostra recebeu durante os vinte dias visita de mais de 400 pessoas, entre alunos, professores, acadêmicos, filósofos, pesquisadores, pessoas da comunidade local, de Goiânia, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Brasilia, MG, Cascavel, Bahia. MT, Porto Alegre, Roraima, Tocantins, Imperatriz-MA, 
Alunos dos Colégios:  Estadual Rui Barbosa de Aparecida de Goiânia,Colégio, Interativa,Unidade Parque Atheneu, São Judas e Canedo,Escola Municipal Bruno Freire de Andrade do povoado de Araras- Faina-GO e varias cidades do Estado de Goiás.
Para alegrar mais o encontro o Chal, musico e cantor, sobrinho de Dom Tomas, ao piano cantou a musica Cio da Terra de Milton Nascimento. O coquetel oferecido pelo vereador Aderson Gouveia foi oferecido no jardim do Palácio ao som do violão do Chal.


















domingo, 10 de fevereiro de 2019

ASSEMBLEIA ORDINARIA DO CVMC

AVISO


Comunicamos a todos e todas que a Assembleia Geral Ordinaria do Centro Vivo da Memoria Contemporânea-CVMC, foi realizada no dia 4 de dezembro de 2018, conforme Edital anunciado anteriormente.
Devido a erro técnico tivemos que remover o Edital para reparar a data de comando do CVMC.



quarta-feira, 21 de novembro de 2018

A PERDA DA MEMORIA



Temos vivido dias difíceis pra não dizer anos, uma vez que a tragedia que se abate sobre nós vem de longa data. Muitos dizem que o Presidente eleito Jair Bolsonaro passou 27 anos no Congresso sem se quer apresentar um único projeto significativo que visse em favor do povo brasileiro. Devo considerar, portanto  que temos ai um problema de MEMÓRIA HISTÓRICA. Quando os militares deixaram o poder foram beneficiados pela Lei da Anistia a mesma que trouxe nossos companheiros de volta do exílio, esta era a condição para a Lei vigorar. Desta forma eles, os militares ficaram impunes.
Pois bem, Bolsonaro não veio para o Congresso para fazer projeto algum, ele juntamente com seus generais tinham um plano, este plano foi trabalhado durante todos esses anos. Arquitetaram tudo, crise econômica levando a Presidenta Dilma a ingovernabilidade culminando com o Golpe em 2016, sob a conivência do Supremo Tribunal Federal e grande parte do Congresso Nacional. Mas o que a MEMORIA tem a ver com isso. Tem muito, basta lembrar dos 400 anos de escravidão que a elite burguesa brasileira nunca aceitou e principalmente depois que um torneiro mecânico nordestino, pobre chegasse ao cargo mais alto do pais. Presidente da República! Vejam o ódio. Mutas pessoas perguntam mas de onde vem tanto ódio? Por que?? Outra vez se faz presente  a questão da MEMORIA, qual o governo que fez com que o pobre entrasse na Universidade?  Universidade e lugar para todos. Só vou falar isso. Mas para a elite perversa, insana ver a " Universidade como um lugar dos nobres". Nos tempos remotos os filhos da elite brasileira  iam para COIMBRA, estudar principalmente Direito! Por que? Direito? Ora, os senhores da terra, aqueles que na escravatura dominavam tudo precisavam te-la a qualquer custo pois terra sempre significou poder O Capitão do Mato que era da mesma classe dos escravos açoitavam os próprios de sua classe, temos ai portanto a necessidade dos filhos se formarem em Direito para defender eventualmente suas posses quando viesse a abolição por meio de rebeliões que nao podemos esquecer jamais!!!!!
Quando acontece a perda da MEMORIA DE UM POVO E SEU PASSADO É COMO A PERDA DA EXISTÊNCIA DE SI MESMO.

O ilustre mestre professor Doutor Boaventura de Sousa Santos nos fala sobre a MEMÓRIA como um principio que norteia nossa luta e nossa existência.
Meus pais e os vizinhos sempre reuniam a todos ao cair da noite para contar história dos nossos antepassados. A MEMÓRIA É COMO UMA LAMPADA ACESA QUE NOS FAZ ENXERGAR O QUE NÃO SE PODE VER A OLHO NU.

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

DIA MUNDIAL DA FOTOGRAFIA


O Dia Mundial da Fotografia é comemorado em 19 de agosto. A fotografia é considerada como uma
das mais extraordinárias invenções da história da humanidade que vem revolucionando a sociedade a partir do século XIX.

A escolha do dia 19 de agosto é uma forma de celebrar e homenagear a invenção do daguerreótipo, o antecessor das câmeras fotográficas anunciada pela Academia francesa em 1839. Estaremos expondo durante todo esse mês de agosto uma serie de fotografias  que fazem parte do Acervo do Centro Vivo da Memoria Contemporânea-CVMC.
Nossos visitantes poderao participar enviando suas fotos para o e-mail: cvm_006@yahoo.com.br
ou franciscagab@gmail.com

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

LUTA PELA REFORMA AGRARIA


Assembleia da Comissão Pastoral da Terra Regional Goiás.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

A FOTOGRAFIA NAO E APENAS UMA IMAGEM


A fotografia não é simplesmente uma imagem, ela é o resultado de uma ação deliberada do/da fotografa que faz do objeto ou do assunto fotografado a representação de uma realidade que está fora do alcance dos olhos de muitos e, por conseguinte é um ato de contemplação!


terça-feira, 26 de novembro de 2013

E D I T A L D E C O N V O C A Ç Ã O

A Diretoria do Centro Vivo da Memória Contemporânea tem a satisfação de convocar os membros da Diretoria e associados para participarem da Assembleia Geral Ordinária com fins de deliberar sobre a eleição da nova Diretoria para o biênio de 2014/2015. A Assembléia será realizada no dia 15 de dezembro de 2013, às 15 horas, Rua 77, nº 85, Setor Central, Goiânia-GO (antigo IFAS). Por favor, confirmar presença pelos telefones: 3218.4087 / 8142.7005 e/ou pelo e-mail: cvm_006@yahoo.com.br Ou franciscagab@gmail.com Goiânia, 23 de novembro de 2013. Atenciosamente, MARIA FRANCISCA DA SILVA SANTOS Diretora Executiva

Centro Vivo da Memória Contemporânea-CVMC